Ídolo pede Luxemburgo no São Paulo: 'Pelo menos ele sabe trabalhar com o Diego Souza'

A derrota por 2 a 1, na noite da última quarta-feira, para o Ituano, em Itu, fez o São Paulo definitivamente entrar em crise e a torcida protestar pela saída de Dorival Júnior. E, se depender de Françoaldo Sena, o França, o escolhido para substituí-lo seria Vanderlei Luxemburgo.

Ídolo tricolor, por onde atuou entre 1996 e 2002 e conquistou três títulos, o ex-atacante afirmou por meio de sua conta oficial do Twitter que enxerga "Luxa" como um "ótimo profissional" e ainda cutucou o atual treinador são-paulino pela utilização de um dos pilares da equipe.

"Na minha opinião, tudo está tramando para que finalmente aconteça o Projeto Tricolor... [...] (Luxemburgo) Poderia ter fechado com o SPFC alguns anos atrás, mas agora um precisa do outro... Pelo menos ele sabe trabalhar com o Diego Souza", comentou.

Esta, aliás, é uma das reclamações mais ouvidas por Dorival desde que o camisa 9 chegou ao Morumbi, contratado por R$ 10 milhões do Sport. Para muitos, Diego deveria voltar a ser recuado para o meio-campo, onde atuou durante toda a sua carreira.

Foi com Tite, na seleção brasileira, que ele começou a jogar mais frequentemente como um centroavante.

Vanderlei Luxemburgo trabalhou com Diego Souza com maior sucesso no Palmeiras, em 2008, quando o jogador foi um dos melhores do ano com a camisa alviverde e tornou-se um dos ídolos da torcida.

"É nítida que a situação do Dorival não está boa, entre os técnicos disponíveis, ele seria minha preferência. Acho que somente o Luxemburgo conseguiria cobrar o elenco e extrair o melhor de cada um nesse momento", completou França.

De acordo com apuração, conselheiros com trânsito com a diretoria e até aliados do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, já são favoráveis à troca no comando técnico.

Em meio ao caos, a diretoria de futebol procura blindar Dorival Júnior por entender que não é o caso de trocar de técnico agora, com nem dois meses completos da temporada. Entre as justificativas, estão o pouco tempo de pré-temporada, a média de um jogo a cada três dias e meio e a mudança de peças importantes no elenco.


Na volta para a capital paulista, o time foi recepcionado por um grupo de 70 torcedores aos gritos de "Fora Dorival", "Vanderlei Luxemburgo" e "time sem vergonha".

Relacionados

ESPORTES 7105812001051944029

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress