MPF desiste de periciar recibos de aluguel de apartamento de Lula

O Ministério Público Federal (MPF) desistiu de realizar uma perícia nos recibos de aluguel de um apartamento apresentados pela defesa do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva. A documentação faz parte do processo em que o político é acusado de receber o imóvel como forma de propina fornecida pela construtora Odebrecht.

O documento de desistência foi protocolado nesta segunda-feira (18). De acordo com o MPF, “Após a colheita da prova oral, não mais persiste a postulação de realização de prova pericial porque os aspectos pontuais atinentes à confecção dos documentos de que se trata, que se pretendia aclarar por prova técnica, já estão suficientemente elucidados”. Os procuradores ainda alegam que os recibos são “ideologicamente falsos”.

Segundo o Ministério Público Federal, o imóvel foi adquirido por Glaucos da Costamarques a pedido do pecuarista José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente. O local é usado pela família de Lula há vários anos e serve como moradia para os seguranças do ex-presidente. Segundo a defesa do petista, o imóvel é alugado.


Os advogados de Lula afirmam que o imóvel foi locado à ex-primeira-dama Marisa Letícia, que morreu no início deste ano. Para comprovar a tese deles, os advogados apresentaram uma série de recibos com datas entre 2011 e 2015 - alguns apresentavam erros de grafia e datas inexistentes.

Relacionados

DESTAQUES 6456564256764779789

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress