Juiz plantonista decreta prisão preventiva de dupla que participou de assalto a escritório de despachante

O juiz de direito Frank Augusto Lemos do Nascimento, plantonista criminal das audiências de custódia realizadas no Fórum Ministro Henoch Reis, homologou o flagrante e converteu em preventiva a prisão de David Robson Castro dos Santos e Ismar Klinger Cavalcante Pantoja, detidos pela participação no assalto com reféns ocorrido na tarde da última segunda-feira (7), numa empresa de serviços de despachante localizada na avenida Efigênio Sales, no bairro Parque Dez, zona Centro-Sul.


O magistrado seguiu o parecer do promotor de justiça Edinaldo Aquino de Medeiros para decretar a prisão preventiva dos dois acusados, que tiveram em suas respectivas defesas os advogados Otávio Dias Pedrosa Filho e Fabíola da Silva Guimarães. David Robson e Ismar Klinger vão responder pelos crimes tipificados nos arts. 157, §2°, incisos I e II, e 288, parágrafo único, todos do Código Penal Brasileiro.

Na decisão que decretou a prisão preventiva dos acusados, o juiz Frank Augusto  disse que a materialidade, bem como a autoria do crime estão demonstradas nos autos e que não há dúvidas sobre a existência do delito. “A garantia da ordem pública está calcada na necessidade de prevenir a reprodução de fatos criminosos pelos autuados, bem como visa acautelar o meio social e resguardar a credibilidade da Justiça, porque é evidente a gravidade das infrações penais cometidas sendo, ainda, patente a periculosidade dos agentes delituosos”, escreveu o magistrado em sua decisão.

Recebida em plantão, a ação contra os dois acusados será distribuída e vai tramitar em uma vara criminal comum.

Entenda o caso

De acordo com o depoimento dos dois acusados, na segunda-feira (7), Rodrigo dos Santos Paixão, 19, conhecido como "Gugu", teria passado informações que no escritório de despachante havia uma quantia em dinheiro, em torno de 90 mil reais. Os três seguiram de ônibus para o Parque das Laranjeiras, local em que assaltaram um pessoa e levaram um veículo Chevrolet Classic.

Quando se dirigiam para o escritório que planejavam assaltar, os três perceberam que o veículo roubado não desenvolvia uma boa velocidade. Pararam, então, no bairro Parque 10, onde assaltaram um casal e levaram um veículo Fiat Uno, deixando o Classic no local.

Ao chegar no escritório e anunciar o assalto, foram surpreendidos por um segurança que atingiu com tiros Rodrigo dos Santos Paixão, o "Gugu", que morreu no local. David Robson e Ismar Klinger foram presos por agentes da Polícia Civil do Estado do Amazonas.

 Assessoria de Comunicação


Relacionados

AMAZONAS 1066476407564567441

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress