Depois de ter "jogado" filho no rio, mãe agora segue a vida furtando

Cleudes Maria Batista de Moraes, 23, que ficou conhecida após a morte do filho dela, Pablo Pietro, que caiu no Rio Negro em agosto de 2015, quando tinha 4 meses, foi presa por furto, na última terça-feira (8), em Manacapuru (a 98 quilômetros de Manaus). De acordo com informações do 9° Batalhão da Polícia Militar (BPM), a prisão ocorreu após ela e outra mulher terem roubado uma loja de confecções.

Os policiais chegaram ao local após denúncias. Ao chegar na loja, localizada na Avenida Eduardo Ribeiro, no município, elas já estavam detidas, com várias peças de roupas. Cleudes e Ingrid Ferreira Duarte, 20, foram presas por furto e levadas à 1ª Delegacia Regional de Manacapuru, onde posaram e sorriam enquanto eram fotografadas.

Relacionados

AMAZONAS 3169642396616582586

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress