Chape enfrenta Barcelona, que já passou vergonha contra times brasileiros

A Chapecoense enfrentará o Barcelona no Camp Nou pelo troféu Joan Gamper, nesta segunda-feira, às 15h30 (de Brasília). A última vez que o time catalão enfrentou uma equipe do Brasil venceu o Santos por 8 a 0, em 2013.


Apesar disso, o Barça leva uma desvantagem histórica contra times brasileiros. São 53 confrontos, com 20 vitórias espanholas, 12 empates e 21 derrotas. Além disso, o clube da Catalunha já sofreu algumas goleadas na Espanha.


 Em 1957, o Vasco aplicou um impiedoso 7 a 2 no estádio Les Corts, na Catalunha - meses depois seria inaugurado o Camp Nou. Pelo time carioca, Laerte marcou três gols e, Vavá, dois. Válter e Wilson Moreira completaram o placar. O Barcelona contava o craque brasileiro Evaristo de Macedo, que jogou no Flamengo e na seleção brasileira.

 Em 24 de agosto de 1959, foi vez do Corinthians triunfar na casa do Barça, que ainda contava com Evaristo e Kubala.  A equipe de Parque São Jorge fazia uma excursão pela Europa e fez 5 a 3 na equipe que acabara de faturar o doblete: a Liga Espanhola e a Copa do Rei.  Os donos da casa venciam por 2 a 1, mas os brasileiros viraram o placar com gols de Bataglia, Luizinho, Índio e Tite (duas vezes).

 Apenas cinco dias depois, o Santos venceu por 5 a 1 no Camp Nou no primeiro jogo entre as equipes na história. Com uma atuação inspirada do ataque alvinegro, os brasileiros balançaram as redes com Pelé (duas vezes), Dorval (duas vezes) e Coutinho. Evaristo marcou o gol de honra do time espanhol.

 Outro time que se deu bem para cima do Barcelona foi o São Paulo. Em 15 de agosto de 1992, os comandados por Telê Santana venceram por  4 a 1 os atuais campeões europeus no estádio Riazor , em La Coruña, Espanha. O Barça tinha jogadores como Zubizarreta, Koeman, Stoichkov e Begiristain, mas não foi páreo para os paulistas.

 O confronto válido pelo Trofeu Teresa Herrera começou com Salinas abrindo o placar para os catalães. O time do Morumbi contou com gols de Muller, Mauricio e Raí (duas vezes) para conseguir a virada e ainda conseguiu aplicar uma goleada.

 Pela mesma competição, o Vasco derrotou o Barça por 3 a 1 no estádio Benito Villamarín, em Sevilla. Com o treinador Joel Santana no banco de reservas, os cariocas tinham jogadores como Carlos Germano, Luisinho, Bismarck e Edmundo. Os gols do time brasileiro foram marcados por Júnior, Luís Carlos Winck e Edmundo.

 Poucos meses depois, em dezembro, o São Paulo venceria novamente o "Dream Team" do técnico Johan Cruyff por 2 a 1. O confronto realizado no estádio Nacional de Tóquio, no Japão, valeu o primeiro título do Mundial Interclubes ao São Paulo. Curiosamente, o time do Morumbi venceu novamente de virada e com dois gols de Raí.


O último triunfo de um clube brasileiro contra o Barcelona foi na final do Mundial de Clubes de 2006. Com um gol de Adriano Gabiru no segundo tempo, o Internacional venceu o time treinado por Frank Rijkaarde e que tinha os astros Ronaldinho Gaúcho, Deco e Iniesta por 1 a 0.


 Depois disso, o Santos de Neymar e Ganso enfrentou o Barça de Messi na final do Mundial de Clubes , mas levou uma goleada por 4 a 0.

Relacionados

ESPORTES 1250457348403640120

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress