Bolsa Família tem redução de mais de 540 mil beneficiários entre junho e julho de 2017

O número total de beneficiários do Bolsa Família teve uma redução de 543 mil famílias entre junho e julho de 2017. Segundo levantamento do portal UOL, esta é a maior queda já registrada desde o início do programa do governo federal, lançado em 2003.

A queda no número de pessoas atendidas pelo Bolsa Família inclui cancelamentos do benefício e suspensão temporária para revisão e avaliação.

Os dados divulgados pelo UOL apontam que o número de famílias atendidas hoje é de 12.740.640, o menor dos últimos sete anos. Em julho de 2010, eram 12.582.844 beneficiários.

No fim de julho, o jornal Valor Econômico informou que mais de 143 mil famílias voltaram a integrar o Bolsa Família em 2017. São Paulo é o estado com mais integrantes que retornaram ao programa social, com um total de 20.458. Na sequência aparecem Bahia, com 16.781; Minas Gerais, com 13.258; e Pernambuco, com 11.973.

Os dados também apontam para um crescimento no número da fila de espera para integrar o Bolsa Família. Cerca de 525 mil famílias encontram-se nessa condição atualmente. No início do ano, entre janeiro e fevereiro, a lista estava zerada.


O Bolsa Família é um programa de transferência direta de renda, direcionado às famílias em situação de pobreza (com renda per capita mensal entre R$ 85,01 e R$ 170,00) e de extrema pobreza (renda per capita mensal de até R$ 85,00). Ao entrar no programa, os beneficiários recebem o dinheiro mensalmente e, como contrapartida, cumprem compromissos nas áreas de saúde e educação.

Relacionados

BRASIL 1173646708080065928

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress