Vai ter eleição, sim! Ministro dá canetada que suspende liminar

É tiro, porrada e bomba, papai!  Especulações e um tiro certo,  nesta quinta-feira (06). O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello decidiu, manter a continuidade da eleição direta para governador do Amazonas. O pleito havia sido suspenso no fim de junho em caráter liminar, após decisão do ministro Ricardo Levandowski.
A partir da decisão de Mello, foi restaurada a íntegra do acórdão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que cassou os mandados do ex-governador José Melo e do vice, à época, Henrique Oliveira.
De Brasília, o diretor do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), Messias Andrade, informou que uma reunião com os secretários e chefes de cartório de Manaus vai ser convocada para decidir sobre a continuação do cronograma da eleição.
Antes da suspensão do pleito, a votação estava prevista para ocorrer nos dias 6 e 27 de agosto - 1º e 2º turno, respectivamente. Andrade informou que, apesar da interrupção do cronograma, as datas devem ser mantidas.

Relacionados

DESTAQUES 2320688570728305681

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress