Ficou 'Loco'? Bielsa afasta 11 do Lille por SMS, incluindo capitão do time, e os proíbe até de usar estacionamento

O técnico Marcelo "El Loco" Bielsa vai justificando seu apelido desde que chegou ao Lille, da França, que lhe apresentou como novo treinador em maio.

Até o momento, o argentino afastou 11 jogadores do elenco que disputou a última temporada e terminou em 11º lugar, o pior do LOSC desde a temporada 2002/03.

Entre os atletas deixados de lado por "El Loco", se destacam o goleiro titular Vincent Enyeama, o meio-campista Rio Mavuba, capitão da equipe, e o atacante Éder, autor do gol do título de Portugal na Eurocopa de 2016.

Além deles, também foram afastados os meias Marvin Martin, Éric Bauthéac, Lenny Nangis e Naim Sliti, o atacante Junior Tallo e os zagueiros Julian Palmieri, Marko Basa e Stoppila Sunzu.

Martin, aliás, tem passagem pela seleção francesa e foi a 2ª contratação mais cara da história do Lille, que pagou 10 milhões de euros (R$ 36,6 milhões, na cotação atual) para tirá-lo do Sochaux, em 2012.

Juntos, os 11 afastados somam 275 partidas por suas seleções nacionais. Além disso, o conjunto tem valor de mercado de 18 milhões de euros (R$ 65,87 milhões).

De acordo com os atletas, a notícia do afastamento foi feita por mensagem de celular.

"Foi muito esquisito. Fui informado por um SMS, assim como todos os outros. Temos contrato com o clube, e agora o clube decidirá o que fazer conosco", disse o marfinense Tallo, ao jornal L'Équipe.

Segundo Palmieri, os afastados não podem nem entrar pela porta principal do CT do Lille.

"Estamos entrando pelo portão dos fundos. Não temos acesso nem ao estacionamento", contou, ao site Foot Mercato.

O francês, no entanto, mostrou calma e disse entender a decisão de Bielsa.

"É uma situação curiosa, mas não é o fim do mundo. Depois de mandar a mensagem, Bielsa veio nos ver, nos deu a mão e disse que se tivermos qualquer problema é só falar com ele. Vou ficar e espero que ele acabe gostando de mim", assegurou.


Para compensar os afastamentos, Bielsa já gastou 51 milhões de euros (R$ 186,63 milhões) em outros 11 reforços, entre os quais aparecem os brasileiros Luiz Araújo e Thiago Mendes, ex-São Paulo.

Relacionados

ESPORTES 196828196018396427

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress