Cabral recebeu R$ 122,85 milhões de empresas de ônibus, diz MPF

Investigação do Ministério Público Federal aponta que o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, recebeu R$ 122,85 milhões em propina de empresários do setor de transporte do estado. Ainda de acordo com o MPF, a verba foi recebida por meio do operador Carlos Miranda, que assim como Cabral também está preso.

Nesta segunda-feira (3), a Polícia Federal deflagrou uma nova fase da Lava Jato, a Operação Ponto Final, que tem como alvo a cúpula do transporte coletivo no Rio de Janeiro. São cumpridos nove mandados de prisão preventiva, três de prisão temporária e 30 de busca e apreensão.

Um dos principais alvos da operação é o presidente da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estados do Rio de Janeiro (Fetranspor), Lélis Marcos Teixeira, que teria recebido R$1,57 milhão em propina. O empresário foi detido em seu apartamento no bairro da Lagoa, na zona sul carioca.

Outro alvo da investigação, Rogério Onofre, ex-presidente do Departamento de Transportes Rodoviários do Rio (Detro), também foi preso em Florianópolis. Ele é suspeito de ter recebido R$40 milhões em propina. As autoridades ainda buscam por José Carlos Reis Lavouras, empresário do ramo de transportes e conselheiro da Fetranspor.

De acordo com as investigações da Operação Ponto Final, foram rastreados cerca de R$260 milhões em propina pagos pelos investigados a políticos do estado. Até o momento, não foram divulgados detalhes de como esses valores eram distribuídos.

Na noite deste domingo (2), em uma ação antecipada, a Polícia Federal prendeu Jacob Barata Filho, um dos maiores empresários do ramo de ônibus no Rio. Ele foi detido no Aeroporto Internacional Tom Jobim quando tentava embarcar para Lisboa, em Portugal. A prisão foi decretada pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, responsável pela Operação Lava Jato no Rio de Janeiro. 


O empresário é filho de Jacob Barata, conhecido como "Rei do Ônibus" e fundador do Grupo Guanabara. Os dois atuam no ramo dos transportes de ônibus no Rio de Janeiro há várias décadas. Várias empresas do conglomerado atuam no transporte de passageiros no Rio, e os negócios da família também se estendem para outras cidades e estados e meios de transporte.

Relacionados

POLÍTICA 7255286706796407852

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress