Armas, drogas, fogão e Tv's são achados em cadeia após revista

Uma fiscalização na Unidade Prisional do Puraquequara resultou na apreensão de armas, drogas, celulares, aparelhos de TV e um fogão, nesta segunda-feira (17). De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), alguns dos itens foram encontrados com a ajuda de um aparelho de body scan do Exército. Um total de 27 presos foram indiciados - sete deles por porte ilegal de armas e os outros 20 por tráfico de drogas. A unidade teve registros de mortes e rebeliões nos primeiros meses do ano.

No total, foram apreendidos 297 porções de droga, 37 celulares, 34 televisores, 54 estoques (arma branca), duas armas de fogo, 12 chaves de fenda, 22 baterias de celular, 35 chips de celular, 23 carregadores de celular, 53 ventiladores, nove barras de ferro, três tesouras (arma branca), cinco cartões de memória, um fogão, 28 aparelhos de som, 11 cordas, 125 materiais perfurantes (arma branca), 40 barbeadores e 29 munições de arma de fogo.

Além disso, 21 listas com nomes de pessoas e valores foram encontradas em celas. Segundo o titular da SSP-AM, Sérgio Fontes, essas listas seriam de possíveis devedores e drogas.

Os itens foram achados em várias celas da unidade prisional. As armas de fogo estavam escondidas em paredes da cadeia; um body scanner do Exército ajudou a detectá-las. Sérgio Fontes confirmou que a SSP-AM está adquirindo esses aparelhos para revistas futuras. “Isso vai causar uma baixa muito significativa, porque sabemos que maior parte da substância entorpecente entram em cavidades do corpo de visitantes. Isto é uma realidade, e, com os scanners, deve acabar”, comentou.


Os detentos indiciados devem assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). O destino deles ainda não foi informado pela SSP.




Fotos: Divulgação SSP/AM

Relacionados

AMAZONAS 1023902316839807431

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress