Amazonas é o 9º Estado brasileiro em assassinatos de mulheres

 O Amazonas é o nono pior Estado brasileiro para ser mulher, no País, com uma taxa de 5,9 mortes (a média do Brasil é de 4,4) para cada grupo de 100 mil mulheres, segundo levantamento do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O estudo aponta, ainda, um crescimento de 98,60% em assassinatos de mulheres, entre 2005 e 2010, no Amazonas.
 
Roraima é o Estado brasileiro mais violento para as mulheres, segundo o levantamento do Ipea, com dados de 2015. De acordo com a pesquisa, a taxa de mortes no Estado foi de 11,4 para cada grupo de 100 mil mulheres. O número é quase três vezes maior do que a média do Brasil e quase cinco vezes maior do que São Paulo, o Estado com a menor taxa, de 2,7 mortes para cada 100 mil.
 
No geral, a proporção de mulheres assassinadas tem crescido, nos últimos anos. Segundo o estudo, a taxa média nacional de homicídios entre mulheres saltou 7,5%, entre 2005 e 2015. Por outro lado, em alguns Estados, houve melhora na variação da taxa de violência: São Paulo teve uma redução de 35% nesse período.
 
No outro extremo do mesmo indicador, aparece Maranhão, que teve um aumento de 124,4% na taxa de assassinatos de mulheres.

Relacionados

DESTAQUES 3784778457536960249

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress