Abdala é considerado inelegível até 2025, diz TRE-AM

O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) considerou que o deputado estadual e candidato a vice de Rebecca Garcia (PP), Abdala Fraxe (Podemos), é ficha suja e está inelegível até 2025.
Em função disso, o tribunal vetou a participação de Abdala nesta eleição suplementar por decisão unânime.
Com isso, caso não queira correr o risco de cair toda a chapa se o recurso for confirmado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) terá que escolher um vice ficha limpa que preencha os requisitos legais de elegibilidade.
Abdala recebeu impugnação por duas condenações colegiadas na Justiça federal. O candidato foi impugnado pela coligação adversária União pelo Amazonas, do senador Eduardo Braga (PMDB), e pelo Ministério Público Eleitoral (MPE).
A condenação de Abdala, ocorrida há menos de dois meses, se refere a formação de cartel por manipulação de preço de combustíveis em Manaus.
A defesa de Abdala afirma que a condenação não está no rol das que a legislação eleitoral considera como condição de inelegibilidade.
Para o MPE e a coligação de Braga, o crime de cartel se configura como crime contra a economia popular, que está no rol dos vetos da lei da ficha limpa.


Relacionados

DESTAQUES 650353783238550584

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress