Tite diz que Sampaoli foi "corajoso" em assumir a Argentina

Rivalidade entre Brasil e Argentina? Nem pensar. O que foi visto nas coletivas de Sampaoli e Tite foi uma série de troca de elogios entre ambos os técnicos de Argentina e Brasil na véspera do amistoso, que será realizado na próxima sexta-feira (9).

Após o treinador adversário exaltar o trabalho de Tite, foi a vez do brasileiro retribuir as palavras e comentar a postura de Sampaoli quando deixou o Sevilla para assumir a seleção.

"Ele foi muito corajoso, é um momento difícil. Ele tem a dificuldade de serem 4 jogos, eu tinha 12 (pela frente). Acredito que Argentina vai passar pela qualidade que tem, os profissionais que tem", afirmou.

"Seria (classificada) com Bauza, será com Sampaoli. Não estou sendo simpático, é o que sinto. Mas tem grau de semelhança, dificuldade, com margem de erro pequena. Ele ganha com dois amistosos (antes de jogar as Eliminatórias), eu não tive nenhum", completou.

Brasil e Argentina entram em campo nesta sexta-feira (9), às 7h05 (horário de Brasília).

Veja outros pontos da coletiva:

Postura do Brasil

"Precisamos jogar bem e ter resultado para que a autoestima se consolide. Quer falar do resultado, mas falemos antes do desempenho, de jogar bem, consistência, competitividade leal, criatividade, ofensividade, finalização, gol, de um grande espetáculo e um grande jogo."

Entrosamento da seleção

"O primeiro aspecto que levo em consideração é oportunizar aos atletas que entrem com harmonia de equipe, entrosamento, coordenação de movimentos e confiança. Para jogar sem pensar, com rotina do lugar, e depois começar a estabelecer variações de movimentos, lados de atletas, características individuais ou, eventualmente, de sistemas".

Dificuldade do amistoso

"Não é pela grandeza, o clássico. A gente só rivaliza com quem admira. Nunca vi dois rivais que não reconhecem poderio de cada equipe, eles sabem da dimensão do Brasil e nós da Argentina".

Ausências de Neymar, Dani Alves e Marcelo


"Quando tem senso de equipe é característica marcante, tem que saber jogar com Neymar, Dani Alves e Marcelo, e também sem eles. É uma forma de valorizar e deixar todos os atletas competirem em alto nível. Eleva qualidade técnica da equipe. Procuro muito isso, uso respostas para fomentar entre eles essa competição leal. Não adianta mentirem e dizer que não estão competindo. Titularidade? Sim. Convocação? Sim. Façam com lealdade, mas façam".

Relacionados

ESPORTES 1260307457247018536

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress