Reincidente, Vettel pode se complicar com FIA depois de toque em Baku

O toque de Sebastian Vettel em Lewis Hamilton durante o GP do Azerbaijão pode sair caro para o piloto alemão: o presidente da Federação Internacional de Automobilismo, Jean Todt, não teria gostado da atitude do piloto da Ferrari em Baku e estaria estudando punir de maneira mais pesada o ferrarista.

Nos momentos que antecediam uma relargada, Vettel acreditou que Hamilton tinha freado de propósito na saída de uma curva para provocar um toque entre ambos, algo que não ocorreu segundo a FIA. Depois de ter batido na traseira da Mercedes, Vettel colocou o carro de lado e, gesticulando com o rival, bateu novamente no carro de Hamilton.

Por esse ato, considerado "potencialmente perigoso" pelos comissários, Vettel sofreu um stop and go de 10 segundos, maior pena que pode ser aplicada a um piloto antes da desclassificação da prova.

No entanto, o que complica a situação de Vettel é o fato dele ser reincidente. No GP do México, o alemão esteve na mira da FIA depois de xingar o diretor de prova Charlie Whiting via rádio durante a prova.

Na ocasião, a FIA emitiu um comunicado dizendo que não aplicaria nenhuma sanção porque o piloto "se desculpou e se comprometeu a trabalhar com a entidade no programa de segurança vial." Ao mesmo tempo, a federação salientou que "se voltar a ocorrer algo similar, vamos tomar ações disciplinares no Tribunal Internacional da FIA para julgar o infrator."


Todt, contudo, ainda não se pronunciou sobre o ocorrido em Baku. Com informações da Folhapress.

Relacionados

ESPORTES 614878935205889917

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress