Projeto busca recuperar jovens e adultos viciados em drogas

“Eu fui chamado para resgatar vidas”. As palavras são do pastor e presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil-Seccional Amazonas (OAB-AM), Epitácio Almeida, que há 13 anos, mantêm um projeto que recupera jovens e adultos viciados em drogas na capital.
Nesta segunda-feira (26), se comemora o Dia Internacional de Combate às Drogas. Só este ano já foram apreendidas 5.784 toneladas de drogas no Amazonas, conforme informações do titular da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), Sergio Fontes. Nesse mesmo período do ano passado, havia sido apreendidas 3.530 toneladas de entorpecentes, segundo dados da SSP-AM.
Mas, ao contrário da polícia que atua para tirar as drogas do poder dos traficantes, Epitácio Almeida diz que a luta de todos os dias é para distanciar os jovens das drogas. Cerca de 170 pessoas, entre viciados e ex-presidiários, moram na casa de Almeida, que, hoje, funciona também, como abrigo para dependentes em drogas.
O projeto sem fins lucrativos é desenvolvido na Vivenda Verde, zona oeste da capital. “Acolhemos pessoas em risco social. Contamos com a ajuda apenas de Deus e dos feirantes que nos ajudam com a comida todos os fins de semana. Meu maior orgulho é ver cada um se recuperando e sendo inserido de volta na sociedade”, disse Epitácio Almeida.
De acordo com o presidente da comissão de direitos humanos da OAB, os jovens ganham moradia e são resgatados por meio de pregações e orientações sobre o mal causado pelas drogas.

Relacionados

AMAZONAS 3781747699112894953

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress