Em 50 anos de ocupação de Israel, palestinos sofrem com precariedade de serviços

As restrições impostas por Israel no movimento de bens e de pessoas nos territórios ocupados palestinos, além dos bloqueios na Faixa de Gaza, são a "raiz do sofrimento do povo palestino". Esta é a principal conclusão de um estudo divulgado esta quarta-feira (31) pelo Escritório para Coordenação de Assuntos Humanitários (Ocha) das Nações Unidas. A informação é da ONU News.

O relatório destaca que as políticas israelenses de ocupação, em vigor há 50 anos, continuam sendo a causa das necessidades humanitárias na região. O chefe do Ocha nos territórios ocupados, David Carden, explicou que a crise ocorre pela "falta de proteção para os civis palestinos, incluindo violência, deslocamentos, restrições de acesso a serviços básicos e outras violações de direitos".

Isso tem um impacto nas pessoas mais vulneráveis, especialmente nas crianças, diz o relatório do Ocha, que menciona as restrições à movimentação dos palestinos e o acesso a serviços básicos.

Relacionados

PELO MUNDO 7449430121065033361

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress