Dois suspeitos da morte de vocalista da Júnior e Banda são presos

A Polícia Civil (PC) prendeu, nesta segunda-feira (12), duas pessoas envolvidas na morte do cantor Melvino de Jesus Júnior, que era vocalista do grupo Júnior e Banda, assassinado com três tiros no peito, minutos depois de sair de um show, no dia 29 de abril, no município de Codajás (distante a 297 quilômetros de Manaus). A informação foi confirmada pelo delegado Juan Valério, da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).
Na manhã desta segunda-feira (12), o corpo de Junior que estava enterrado há pouco mais de um mês, passou por exumação no cemitério Parque Tarumã, zona oeste da capital.Segundo o delegado Juan Valério, o procedimento foi necessário para uma perícia complementar.

Relacionados

AMAZONAS 1541937552913763324

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress