Tiroteio na Cidade Nova termina com um preso e outro morto pela Rocam

O presidiário Windson dos Santos Sales, 30, foi preso e o parceiro dele, identificado apenas como ‘Coroa’, foi morto, na manhã desta quarta-feira (24), após terem entrado em confronto com policiais da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam). O tiroteio ocorreu no bairro Cidade Nova, zona norte de Manaus, logo após terem roubado o carro e feito uma administradora de 35 anos como refém. Durante o confronto, a mulher também foi ferida.


A investigação policial informou que Windson disse que tinha ido ao Fórum Ministro Henock Reis assinar a frequência junto ao Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), uma vez que ainda é presidiário, quando foi convidado por ‘Coroa’ para fazer um ‘trabalho’.

“Assim que eu aceitei, ele puxou uma arma e rendeu a mulher. Eu entrei no carro e fiquei segurando ela para que ela não fugisse. Eu não sei para que ele queria o carro, mas disse que precisava de dinheiro”, contou.

Após terem feito a administradora refém, a dupla saiu em direção à zona norte. Policiais da Rocam, segundo o tenente Laio Pontes, conseguiram abordar os suspeitos, na Rua dos Guaranás, no Conjunto Baixada Fluminense, onde os suspeitos começaram a atirar. No entanto, Winsdon se jogou do carro para tentar fugir.

Durante o tiroteio, ‘Coroa’ foi atingido e morreu no local. A administradora também foi baleada. Ela foi socorrida e levada ao Hospital e Pronto-Socorro Dr. Platão Araújo, na zona leste, onde segue internada.


Windson foi preso em flagrante e levado ao 16° Distrito Integrado de Polícia (DIP). De acordo com a delegada Allyne Queiroz, o presidiário, que já havia sido preso por roubo, voltou a ser autuado pelo mesmo crime.

Relacionados

AMAZONAS 1461625775501937420

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress