Senador apresenta mandado de segurança contra decreto de Temer

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) informou ter impetrado mandado de segurança contra decreto do presidente Michel Temer que autorizou o emprego das Forças Armadas para a garantia da lei e da ordem no Distrito Federal. O decreto foi editado nesta quarta-feira (24), após manifestações contra o governo em Brasília. Para Randolfe, não há justificativa para o ato. Além do mandado de segurança, o senador protocolou um projeto de decreto legislativo para sustar a medida do presidente.

Randolfe chamou o governo de "moribundo" e disse ter confiança de que as Forças Armadas não aceitarão a provocação de quem quer se sustentar a qualquer custo no poder.  Para ele, a depredação do patrimônio público e os manifestantes que usam máscara para esconder suas intenções devem ser repudiados, mas o responsável pelas manifestações é o presidente.

— As cenas de depredação lamentável e condenável que ocorreram neste triste e duríssimo dia na Esplanada dos Ministérios tem um início. E o início é o ato do senhor presidente da República de não ter renunciado quando não tinha mais autoridade de governo. É essa a situação que nós temos: nós temos um presidente da República que está no exercício governo por um mero capricho de se afastar da algema da Polícia Federal.

Outros projetos

Além do mandado de segurança, três projetos foram apresentados na Câmara dos Deputados e no Senado na quarta-feira (24) com o objetivo de derrubar o decreto de Temer. As propostas têm autoria da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) e dos deputados Reginaldo Lopes (PT-MG), José Guimarães (PT-CE) e Glauber Braga (Psol-RJ).


Relacionados

POLÍTICA 1155492103087144110

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress