Semsa investiga possível surto de caxumba na Ufam; quatro casos foram confirmados

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) investiga um possível surto de caxumba na Universidade Federal do Amazonas (Ufam). De acordo com a secretaria, já foram identificados quatro casos da doença, no local.
Segundo a Semsa, o Centro Integrado de Epidemiologia e Vigilância em Saúde (Cievs) foi questionado, no último domingo (14), sobre um suposto surto de caxumba na Ufam, mas não foi possível ir ao local porque Universidade estava fechada. Na manhã desta segunda-feira (15), a equipe da Vigilância Epidemiológica do Distrito Leste (Disa Leste) foi buscar informações sobre os casos no local.
A Semsa informou, por meio de assessoria de imprensa, que foram identificados quatro casos de caxumba, através de atestado médico, sendo três registrados na semana passada, de alunos do curso de Ciências Sociais, no campus. Um outro caso foi identificado hoje (15), de um aluno do curso de Psicologia, no mini-campus, o caso possui vínculo com os alunos afetados do curso de Ciências Sociais, conforme a Semsa.
Uma nova investigação institucional foi agendada para amanhã (16), na Ufam, pela equipe Distrito de Saúde Leste (Disa Leste), para coleta de mais informações e orientações à direção da universidade e aos alunos sobre o agravo da doença.

Relacionados

AMAZONAS 6127416839161562832

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress