Roger Moore, ator de "007", morre aos 89 anos após luta contra câncer

Roger Moore, um dos atores que interpretaram o agente secreto James Bond, morreu aos 89 anos, na Suíça, após luta contra câncer. O anúncio foi feito nesta terça-feira (23) em texto assinado pelos filhos e postado no perfil oficial do artista no Twitter.

"Com os corações pesados, temos que compartilhar a terrível notícia de que nosso pai, Sir Roger Moore, morreu hoje. Estamos todos devastados”, dizia o texto publicado na rede social por Deborah, Geoffrey e Christian.

Ainda no comunicado, os familiares informaram que “o amor com o qual ele estava cercado em seus últimos dias era tão grande que não pode ser quantificado em palavras”.

Roger Moore já havia perdido uma filha em julho do ano passado para um câncer. Na época, o ator chegou a se pronunciar sobre a morte de Christina Knudsen, de 47 anos, nas redes sociais. “A nossa querida filha Christina (Alias Flossie) perdeu a batalha contra o cancro no dia 25 de julho. Estamos desolados. Estivemos com ela, mostrando-lhe o nosso amor, até ao fim”, escreveu na ocasião.

Roger Moore sucedeu Sean Connery como o espião com “licença para matar” e, com estilo mais despojado, encarnou o papel de James Bond sete vezes. “007 - Vive e Deixa Morrer” (1973), “007 Contra o Homem da Pistola de Ouro” (1974), “007 - O Espião Que Me Amava” (1977), “007 Contra o Foguete da Morte” (1979), “007 - Somente para seus Olhos” (1981), “007 contra Octopussy” (1983) e “007 Na Mira dos Assassinos” (1985).


O artista atuou também como embaixador do Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e foi condecorado pela rainha Elizabeth II como Cavaleiro do Império Britânico em 1999. 

Relacionados

CULTURA 66190385737497704

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress