Retaliações ao AM: Punição à rebeldia de Braga continua


Fontes ligadas ao presidente Michel Temer (PMDB) disseram ontem que o comando da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) não é a única sanção do Planalto à desobediência do senador Eduardo Braga (PMDB) contra o governo.

Aliados relataram que o Planalto também deve retirar do parlamentar os cargos que ele possui em sua cota na Eletrobrás, no Amazonas, onde se concentra a principal força política do senador, na estrutura do governo federal.

Segundo essas fontes, os cortes nos cargos farão parte da briga que o presidente Temer esta tendo com o senador Renan Calheiros (PMDB-AL), que pode perder a liderança do partido no Senado na segunda ou terça que vem, por pressão direta do presidente da República.

Os bons “amigos” Temer e Renan, a quem Braga está coligado, estão em conflito desde março, mas chegaram ao extremo nesta semana, quando o parlamentar alagoano e sua tropa partiram para a guerra de infantaria com o governo.


O caso mais metafórico que tomou conta dos dois lados foi à exoneração de Rebecca Garcia (PP) do comando da Suframa, que ontem recebeu a solidariedade de Braga em discurso no Senado, ao mesmo tempo em que lançou um tom desafiador ao governo.

Relacionados

CORREDORES DO PODER 6907918119179832748

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress