Prevendo cassação, Melo teria negociado com Amazonino possível candidatura



O mês começou conturbado para o ex-governador do Amazonas José Melo (Pros). Com sua cassação os nomes dos possíveis candidatos já são cotados para a vaga. No entanto, segundo fontes palacianas, José Melo já havia previsto sua cassação e por isso vinha conversando com o ex-governador Amazonino Mendes (PDT). 

Existe a possibilidade de Marcelo Ramos, que teve apoio de Melo nas eleições para a prefeitura, ser cotado para assumir o cargo de vice na chapa. Porém, os quadros políticos ainda estão sendo desenhados. Marcelo também é sondado como um puxador de segundo turno, caso algum outro adversário venha com força.

A suposta negociação vem sendo desenhada desde que a crise no governo começou a virar manchete nacional e Melo se viu abandonado por seus padrinhos políticos.

Cara de pau

O senador Eduardo Braga (PMBD), é um dos principais concorrentes ao Governo, mesmo com a crise em sua imagem devido às citações na Operação Lava Jato, Braga acha que ainda tem força para pleitear a vaga. Segundo as delações o senador teria recebido entre R$ 20 e R$ 30 milhões em propinas em oito anos de governo.

Eduardo precisa honrar sua aliança com o prefeito Artur Neto (PSDB), que já disse que não fará especulações sobre o caso, mas nos bastidores, seu filho, deputado federal Arthur Bisneto é o mais cotado para assumir como vice na chapa de Braga. 

Relacionados

CORREDORES DO PODER 3419158883644323950

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress