Polícia faz buscas por PM

 Equipes da Polícia Militar (PM-AM) e civil (PC-AM) fazem buscas, na manhã desta terça-feira (30), na invasão Buritizal Verde, no bairro Nova Cidade, zona norte, onde há a suspeita de que esteja enterrado o corpo do policial Paulo Sérgio Portilho, 34, que desapareceu na sexta-feira (26) a caminho do trabalho de segurança em uma pizzaria.
Após a denúncia de uma moradora no local que testemunhou a morte de um homem, a PM, suspeitando que a vítima seja Paulo, iniciou as buscas.
Equipes das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam) e o Canil da PM participam da ação. O Corpo de Bombeiros também foi acionado para ajudar nas escavações.

Força-tarefa
A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) informou, na noite de segunda-feira (29), que uma força-tarefa foi criada para agilizar a procura pelo PM.
O secretário de Segurança Pública, Sergio Fontes, ressalta que, se comprovado que o policial tenha sido vítima de algum crime ou atentado, os autores não ficarão impunes. “Um atentado contra a vida de um policial fere o estado democrático de direito e não será tolerado”, disse Fontes.
Desde o registro do desaparecimento, equipes de investigação iniciaram a apuração do fato, ressaltou a SSP-AM.

Desaparecimento
O policial militar Paulo Sérgio da Silva Portilho, está desaparecido desde a última sexta-feira, de acordo com a irmã dele, Márcia Portilho Martins. Segundo ela, Portilho saiu para o trabalho que realiza nos finais de semana como segurança, mas não chegou ao destino.
“Ele faz essa parte de segurança na Pizzaria Paradise (Campos Salles) toda sexta, sábado e domingo. No dia 27, a esposa dele saiu com uma amiga e ele pediu para que ela não demorasse, pois precisava trabalhar. Nesse meio tempo, ele pegou o filho e foi com ele até a casa da nossa mãe, na Cidade Nova 1, e depois deixou a criança com o marido dessa amiga, avisando que, em seguida, iria para a pizzaria”, conta Márcia.
Porém, ele não chegou ao destino. “Por volta das 5h de sábado, a esposa dele acordou assustada, pois ele não tinha chegado em casa. Ela pegou o carro e foi atrás dos donos da pizzaria que confirmaram que o Paulo Sérgio não tinha aparecido para trabalhar. Então ela reuniu os amigos e começou a visitar todos os hospitais e também o Instituto Médico Legal (IML), mas ele não deu entrada em nenhum desses lugares”, comenta a irmã.

Relacionados

AMAZONAS 7452698599116904915

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress