Monica Iozzi faz acordo e aceita indenizar ministro do STF em R$ 30 mil

Após acordo entre as partes, a Justiça do Distrito Federal decidiu arquivar o processo por danos morais movido pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, contra Monica Iozzi.

A atriz já havia sido condenada a pagar R$ 30 mil, valor bastante inferior ao pedido inicialmente pelo ministro do STF, que era de R$ 100 mil. 

Após longa negociação, o advogado de Monica, Thiago Ladeira, entendeu que seria melhor fechar o acordo com o valor indicado na condenação e encerrar o caso. Além da indenização, Monica Iozzi terá que arcar com R$ 30,25 das custas da ação.

Uma postagem no Instagram da atriz motivou a abertura do processo por Gilmar Mendes. Monica Iozzi criticou a decisão do ministro de conceder habeas corpus ao ex-médico Roger Abdelmassih, acusado de crimes de estupro e manipulação genética irregular. Na publicação, a atriz escreveu “cúmplice?” ao se referir ao caso.


Na sentença expedida pela 4ª Vara Cível de Brasília, juiz Giordano Resende Costa afirmou que Monica Iozzi “extrapolou os limites de seu direito de expressão” ao tornar “questionável o seu caráter e imparcialidade na condição de julgador”.

Relacionados

CULTURA 3696256015135088741

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress