Ministro da Defesa avalia uso das Forças Armadas em manifestação como "grande acerto"

O uso das Forças Armadas em uma manifestação ocorrida na tarde de quarta-feira (24) na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, foi um "grande acerto" na avaliação do ministro da Defesa Raul Jungmann. Em entrevista à rádio CBN na manhã desta quinta (25), o político afirmou que "sem ordem, você não tem democracia" para justificar o decreto de Michel Temer.

"Hoje, teremos uma reunião com o presidente e a decisão será tomada", ressaltou o ministro sobre uma possível revogação do decreto.

Na quarta, Jungmann fez um pronunciamento informando que a determinação presidencial partiu de um pedido feito por Maia. O presidente da Câmara se manifestou, informando que fez a solicitação da Força Nacional (composta por agentes das polícias Civil, Militar e Corpo de Bombeiros), e não das Forças Armadas. A decisão de Michel Temer provocou debate entre parlamentares da base aliada e da oposição na Câmara e no Senado.

Manifestação

A manifestação Ocupa Brasília, que levou à Esplanada dos Ministérios, no centro da capital do país, pelo menos 45 mil de pessoas de vários estados, teve início de forma pacífica, mas terminou em tumulto e quebra-quebra, com depredação de órgãos públicos, após a ação de vândalos e da atuação da Polícia Militar do Distrito Federal. O ato, promovido por centrais sindicais e movimentos sociais, pediu saída do presidente Michel Temer e a rejeição das reformas previdenciária e trabalhista.

No início da tarde, os manifestantes chegaram à capital federal e se concentravam em frente ao Estádio Mané Garrincha, onde a marcha em direção ao Congresso Nacional teve início. Com cartazes com dizeres como “Diretas Já” e “Mais Direitos”, os manifestantes gritavam palavras de ordem. Líderes sindicais revezaram-se em cima de carros de som que acompanharam a marcha. Os dois sentidos da Esplanada ficaram fechados.


De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP-DF), 45 mil pessoas participaram do ato. Já a Central Única dos Trabalhadores estimou que 200 mil manifestantes passaram pelo local ao longo do protesto.

Relacionados

BRASIL 5563704263345950978

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress