"Meu filho está preso por lealdade a você", diz pai de primo de Aécio Neves

Quatro dias após a prisão de Frederico Pacheco de Medeiros, primo do senador afastado Aécio Neves, o pai dele, o desembargador aposentado Lauro Pacheco, publicou um desabafo no Facebook. "Falta-lhe, Aécio, qualidade moral e intelectual para o exercício do cargo que disputou de Presidente da República", escreveu ele.

Em entrevista ao jornal "O Globo", Pacheco confirmou a publicação e afirmou que o filho "admirava demais o Aécio". "Agora, meu filho está preso, tadinho", lamentou.
Frederico foi preso após a divulgação de gravação que registrou Aécio pedindo propina no valor de R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista, dono da JBS. Frederico teria sido seu indicado para receber o montante, conforme mostram imagens de câmera de segurança divulgadas pela Polícia Federal.


Leia a publicação na íntegra:

"Meu filho Frederico Pacheco de Medeiros está preso por causa de sua lealdade a você, seu primo.

Ele tem um ótimo caráter, ao contrário de você, que acaba de demonstrar, não ter, usando uma expressão de seu avô Tancredo Neves, 'um mínimo de cerimônia com os escrúpulos'. Vejo agora, Aécio, que você não faz jus à memória de seu saudoso pai o Deputado Aécio Cunha. Falta-lhe, Aécio, qualidade moral e intelectual para o exercício do cargo que disputou de Presidente da República. Para o bem do Brasil, sua carreira política está encerrada.

Ass. Lauro Pachedo de Medeiros Filho


Desembargador aposentado do Tribunal de Justiça de Minas Gerais “

Relacionados

BRASIL 2226719458820492975

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress