Equipe do 24º DIP prende homem procurado por coordenar esquema de golpes em empresas de crédito na capital

O titular do 24º Distrito Integrado de Polícia (DIP), delegado Aldeney Goes, juntamente com a equipe de investigação da unidade policial, cumpriu na última sexta-feira, dia 12, por volta de meio-dia, mandado de prisão preventiva por estelionato, falsificação de documento público e associação criminosa em nome de Raimundo Enias Laureiro da Rocha, 37, conhecido como “Baixinho”. O infrator foi preso na Avenida Eduardo Ribeiro, bairro Centro, zona Sul da capital.


De acordo com a autoridade policial, o mandado de prisão foi expedido no dia 12 de maio deste ano, pelo juiz Frank Augusto Lemos do Nascimento, do Plantão Criminal. Conforme Goes, Raimundo seria responsável por esquematizar golpes de estelionato praticados por pessoas que eram recrutadas por ele para conseguir empréstimos em empresas de crédito na cidade. Raimundo falsificava os documentos utilizados nas etapas das fraudes.  

Ao longo das investigações, os policiais civis localizaram Maricilda dos Santos Baraúna, 48, uma das cúmplices do infrator nas práticas ilícitas. Após conseguirem os empréstimos, Raimundo e Maricilda dividiam o dinheiro adquiro com os golpes.

“Durante depoimento na delegacia Maricilda confessou que tinha um parceiro, conhecido como “Baixinho”. A partir das características descritas por ela, conseguimos chegar até Raimundo. Montamos campana em frente a uma agência bancária e abordamos o infrator no momento em que ele se preparava para sacar dinheiro obtido por meio de mais um crime cometido”, explicou Goes.

Ao término dos procedimentos cabíveis no 24º DIP, Raimundo será levado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá permanecer à disposição da Justiça.


Entenda o caso

Na última sexta-feira, dia 12, por volta das 17h, Maricilda foi presa em flagrante pela equipe do 24º DIP, após tentar cometer crime de estelionato em uma empresa de crédito situada na Rua 24 de Maio, bairro Centro, zona Sul da capital.

Durante as investigações, feitas pelos policiais civis do 24º DIP, foi constatado que a infratora utilizava nomes e documentos falsificados para adquirir os empréstimos. Em depoimento, ela confessou que não agia sozinha e que todos os documentos falsificados eram fornecidos por um homem conhecido como “Baixinho”.  A partir das informações repassadas por ela, a equipe localizou Raimundo, mentor dos golpes.

Em consulta ao Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), os policiais civis constataram, em nome da infratora, a existência de um mandado de prisão em aberto, expedido no dia 8 de abril de 2014, pelo juiz Julião Lemos Sobral Júnior, da 3ª Vara Especializada em Crimes de Uso e Tráfico de Entorpecentes (Vecute).

Maricilda foi autuada em flagrante por estelionato e indiciada por tráfico de drogas e estelionato. Ao término dos trâmites legais no 24º DIP ela foi levada para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, zona Sul da capital. Em seguida a infratora foi conduzida ao Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), onde irá permanecer à disposição da Justiça. 


Assessoria de Imprensa - Polícia Civil

Relacionados

AMAZONAS 3291093267477676942

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress