Equipe do 19º DIP apreende 13 kg de maconha do tipo skunk pertencentes a líder de facção criminosa preso na zona Oeste

Durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta quinta-feira, dia 11, às 10h, no prédio do 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), o delegado titular da unidade policial, Paulo Benelli, falou sobre o cumprimento de mandado de prisão por tráfico de drogas em nome de Celson Alves dos Santos, 34, conhecido como “Amarelo”. De acordo com a autoridade policial, o homem é um dos líderes de uma facção criminosa que atua no Estado e um dos principais distribuidores de drogas na zona Oeste.


O titular do 19º DIP informou que a prisão de Celson ocorreu no início da manhã desta quinta-feira, dia 11, por volta das 6h30, com o apoio de policiais civis lotados no 8º DIP. O fato aconteceu no condomínio onde ele morava, situado na Rua Dona Otília, bairro Tarumã, zona Oeste de Manaus. A ordem judicial foi expedida no dia 22 de agosto de 2016, pela desembargadora Carla Maria Santos dos Reis, da Primeira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM).

“Celson já estava sendo investigado pela equipe há um mês.  Durante as diligências foi verificado que o homem era um dos principais líderes de uma facção criminosa e que era o responsável por receber os entorpecentes, organizar e distribuir as drogas nos bairros Lírio do Vale e Nova Esperança. Também localizamos o laboratório utilizado para preparo e refino da droga, que pertencia a ele, na zona Norte”, explicou Paulo Benelli.


No decorrer da operação as equipes desarticularam o laboratório, situado em uma quitinete localizada na Comunidade Jesus me Deu, no bairro Colônia Terra Nova, zona Norte da capital. No local foram apreendidos 12 quilos de maconha do tipo skunk, 300 gramas de substância entorpecente com aspecto de cocaína, uma prensa, material para o preparo e refino de drogas. Em ato contínuo as equipes seguiram até o apartamento de Celson, localizado no bairro Tarumã, zona Oeste.

“Ao chegarmos ao apartamento encontramos o infrator. No local, durante revista, apreendemos uma pistola nove milímetros, R$ 7,5 mil em espécie, cinco celulares, seis relógios, pulseiras de ouro e um caderno com anotações da contabilidade das drogas. Também apreendemos o veículo de Celson, modelo Saveiro, de cor azul e placas PHI- 2720. No interior do carro achamos um quilo de maconha do tipo skunk e uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsa”, declarou a autoridade policial.

Na delegacia, durante consulta ao Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), foi constatado pelos policiais civis que Celson já respondeu a processo por tráfico de drogas. Na ocasião ele foi preso com 20 quilos de cocaína pela equipe da Secretaria-Executiva-Adjunta de Inteligência (Seai), da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), além de constar, em nome dele, mandado de prisão em aberto, pelo 10º DIP, por envolvimento na morte de Mário Saboia, em 2015.

Celson, além de ser indiciado por tráfico de drogas, também foi autuado em flagrante por tráfico de drogas, apetrechos para o tráfico, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e falsificação de documento público. Ao término dos procedimentos cabíveis no 19º DIP, o infrator será levado para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, na zona Sul. Depois será levado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá ficar à disposição da Justiça.

Alto padrão

A autoridade policial ressaltou, durante a coletiva de imprensa, que Celson não trabalhava, mas mantinha alto padrão de vida. “O que nos chamou atenção durante as investigações foi que, mesmo sem emprego, o homem morava em condomínio fechado, tinha carro novo, os filhos estudam em escolas particulares e estão matriculados em cursos de idiomas. Tudo mantido com o dinheiro do tráfico”, afirmou Benelli. 


FOTOS: Lana Honorato/ Assessoria de Imprensa da PC-AM

Relacionados

AMAZONAS 2264904301653971021

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress