Edilene Gomes teria levado documentos das secretarias ao sair do Governo



Edilene Cogitou lançar o filho à deputado para tentar articular futuras defesas

Parece que ex-primeira-dama do Estado Edilene Gomes não quer deixar rastros de suas tramóias no Governo, ou achou que muitos processos administrativos de várias secretarias eram souvenirs de uma administração fracassada. O Tribunal de Contas do Estado já entrou com pedido para que os processos sejam devolvidos, mas vem sendo ignorado pela arrogância da "ex-governadora".

Segundo fontes nos bastidores, Edilene teria entregue os documentos aos seus parceiros em negociatas dentro do Governo com o único intuito de acobertar supostas fraudes com o erário. De acordo com pessoas próximas, Edilene estaria tentando evitar que futuras investigações cheguem ao seu nome. Cogitou até lançar seu filho, Fábio Gomes à deputado estadual para articular futuras defesas. 

Entenda

Desde o inicio do Governo Melo, Edilene vinha sendo apontada como a principal mentora de atos corruptos da administração, ficando conhecida como " governadora". Edilene ganhou mais espaço no governo ao assumir as campanhas sociais, o que lhe rendeu uma boa proximidade com pessoas de sua estirpe moral duvidosa para auxiliá-la nos desmandos do governo. 


Relacionados

DESTAQUES 253428291810007457

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress