Coletivos circulam nas ruas sem IPVA

O Setor de transporte coletivo em Manaus soma R$ 6.181.799,00 em dívidas relacionadas ao Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), informou a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz/AM). Na capital, 1.489 dos 1.500 ônibus estão com o IPVA atrasado, o que corresponde a 94,2% da frota. Procurado o Sindicato das Empresas de Transporte de Manaus (Sinetram) disse que as companhias não reconhecem a dívida.
De acordo com a Sefaz/AM, esses números são referentes aos últimos cinco anos. Os valores somados incluem multas e juros não pagos. Dez empresas coordenam o transporte coletivo em Manaus.
A Secretaria de Fazenda recomenda que os responsáveis pelos veículos com o imposto em atraso quitem as dívidas sem multas e juros, utilizando os benefícios da anistia em vigor até o final deste mês de maio.
Por exemplo, se apenas as 10 empresas de transporte coletivo na capital liquidarem o IPVA com os benefícios da anistia, a dívida tem um desconto de mais de R$ 2 milhões.
O Sinetram rebateu as informações e disse que as empresas de transporte não reconhecem a dívida relacionada ao IPVA. O Sindicato cita a existência do subsídio concedido pelo Governo para a isenção do tributo até o ano passado, e que foi suspenso este ano.

Fonte: G1 AM 

Relacionados

AMAZONAS 4690419608443729917

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress