Aluno é detido com pistola em mochila depois de disparo em escola no AM

Após um disparo de arma de fogo dentro de Escola Estadual Antônio Lucena Bittencourt, a polícia encontrou uma pistola dentro de uma mochila e prendeu um estudante, de 20 anos, na noite de quarta-feira (4). A unidade de ensino fica situada no bairro Betânia, Zona Sul de Manaus. Há suspeita que o aluno tenha atirado acidentalmente ao manusear a arma.

A Polícia Militar (PM) foi acionada depois que um tiro foi disparado no horário de intervalo das aulas e deteve dois suspeitos. Na delegacia, um dos estudantes confessou ser proprietário do armamento e outro aluno, de 18 anos, foi liberado.

De acordo com a 7ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), funcionários da instituição acionaram a polícia e duas equipes da PM foram até local por volta das 21h30.


Segundo o aspirante R. Magno, que comandava a abordagem, o pedagogo da escola confirmou que o tiro foi disparado no momento que os alunos estavam no recreio do período noturno. Os funcionários da escola informaram aos policiais militares a sala onde estavam jovens suspeitos de efetuarem o disparo.

Durante a revista, foi encontrada uma pistola calibre 380 com duas munições, sendo uma intacta e outra deflagrada, em uma das mochilas. Os PMs relataram que questionaram a quem pertencia a mochila e nenhum dos alunos se manifestou. Com base nas imagens gravadas pelas câmeras de vigilância da escola, os policiais conseguiram identificar que dois jovens estavam com a arma no momento do disparo. Os dois alunos foram detidos e levados para o 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

No depoimento à Polícia Civil, o estudante mais velho confessou que a arma pertencia a ele e foi autuado por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido. O segundo estudante foi ouvido como testemunha e liberado em seguida.

Ainda nesta quinta-feira (4), o aluno preso será levado para Audiência de Custódia e um juiz criminal decidirá se ele permanecerá preso ou responderá pelo crime em liberdade.

A direção da Escola Estadual Antônio Lucena Bittencourt, foi procurada mas o gestor informou que não estava autorizado a falar sobre o caso.

Por meio de nota, a Secretaria de Estado da Educação e Qualidade do Ensino (Seduc) confirmou o ocorrido.


“A gestão da escola acionou a Polícia Militar imediatamente após a ocorrência tanto que os policiais encontraram o responsável pelo disparo juntamente com a arma. A polícia levou o aluno sob custódia. A Seduc reforça que mantém campanhas de orientação sobre o desarmamento em toda sua rede e realiza palestras periódicas nas escolas sobre o tema e que esse foi um caso isolado”, diz a nota.

Relacionados

AMAZONAS 4918994268662484735

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress