Turista britânica morre esfaqueada em Jerusalém durante Via Crucis

Uma turista britânica esfaqueada hoje (14) por um árabe-israelense em um bonde em Jerusalém, na Cidade Antiga, morreu pouco depois de chegar ao hospital, informaram fontes médicas e policiais.

"Ela chegou ao hospital em situação crítica e pouco mais tarde os médicos a declararam morta", informou à Agência EFE Hadar Albuiam, porta-voz do Hospital Hadasa Ein Karem.

O ataque ocorreu quando a mulher, uma estudante de 25 anos, foi esfaqueada enquanto viajava num bonde, perto das muralhas da cidadela, onde era celebrada a Via Crucis da Sexta-feira Santa com a presença de milhares de peregrinos.

"O agressor foi detido pela polícia no local", disse o porta-voz policial Micky Rosenfeld. Acrescentou que o autor do ataque "é árabe-israelense de Ras Al Amud", um bairro palestino no território ocupado de Jerusalém.
Um porta-voz dos serviços de inteligência identificou o agressor como Yamil Tamimi, de 57 anos, e apontou que este "tentou se suicidar este ano engolindo uma lâmina em um hospital" e que "em 2011 foi condenado por atentado ao pudor contra sua filha". Rosenfeld explicou que "continuam as medidas de segurança em toda a área do centro da cidade, bem como dentro e ao redor da Cidade Antiga".



Relacionados

PELO MUNDO 6394257703551227249

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress