Tribunal de Justiça adia novamente julgamento de Ricardo Nicolau



Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM) adiou o julgamento da denúncia de superfaturamento da construção do edifício-garagem na ALEAM (Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas) na gestão do deputado Ricardo Nicolau (PSD). O caso, cujo julgamento foi suspenso ao se analisar as preliminares no dia 11 de abril, manteve-se sem desfecho porque a desembargadora Nélia Caminha afirmou que não teve tempo suficiente para analisar os autos.
O processo aguarda há quatro anos para ser julgado no TJAM e no início de sua análise neste mês, a discussão não saiu das preliminares. Se condenado, Nicolau pode ficar inelegível para a próxima eleição.
Segundo a desembargadora, a denúncia tem cerca de 15 mil páginas e o feriado atrapalhou a conclusão da análise do processo. Nélia Caminha prometeu concluir seu voto vista em maio. A expectativa é que a desembargadora leve o voto e permita a retomada do julgamento a partir do dia 9 de maio. Antes disso, o TJAM tem em pauta sessões mais solenes como a posse do novo desembargador do pleno.

Relacionados

DESTAQUES 7454915181957777869

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress