Ex-médico acusado de mutilar pacientes falta 3º dia de audiência

O tercerceiro dia de audiência sobre o caso do ex-médico Carlos Jorge Cury Mansilla foi marcado por ausência do réu. A defesa de Mansilla alegou nesta quarta-feira (12) que o ex-médico está com depressão e não pôde comparecer ao Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM). Mansilla ainda não apareceu em nenhum dia de audiência.
O atestado apresentado pela defesa ainda não foi deferido e somente na segunda-feira (17), quando encerram os depoimentos do atual processo, a juíza dirá se aceita ou não o documento.
Segundo o Tribunal, nesta quarta, apenas uma testemunha de defesa considerada importante pela juíza que presidiu a audiência foi ouvida, mesmo após a defesa desistir de apreciar o depoimento. A audiência caminha para o quarto dia, devido processos de outros réus já estarem marcados.
No primeiro dia de audiência, que ocorreu na segunda-feira (10), uma testemunha de acusação e uma vítima foram ouvidas. Na terça-feira (11), foram ouvidas duas testemunhas de defesa.
A audiência desta quarta deve continuar na segunda-feira (17), quando será ouvida mais uma testemunha de defesa e também terá início uma outra audiência de instrução de mais três processos contra o réu.
O cirurgião responde a 27 processos em andamento na Justiça Estadual, em sua maioria por acusação de erro médico e lesão corporal grave decorrente de cirurgias plásticas. Destes processos, dois tramitam sob segredo de Justiça. Dois recursos de processos por erro médico estão no 2º grau do Tribunal de Justiça do Amazonas.
Carlos Jorge Cury Mansilla teve o registro médico cassado, em caráter irrevogável, no dia 27 de janeiro deste ano. Todos os 27 membros do Conselho votaram a favor da cassação.

Relacionados

AMAZONAS 1845153093444452179

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress