Equipes do DRCO apreendem armas de fogo de uso restrito com trio preso por roubo majorado no bairro Parque Dez

A Polícia Civil do Amazonas, representada pelos delegados Guilherme Torres e Denis Pinho, diretor e diretor-adjunto do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), falou na tarde desta terça-feira, dia 18, durante coletiva de imprensa realizada às 14h30, no prédio da Delegacia Geral, sobre o cumprimento de mandado de prisão por roubo majorado em nome de Dennys Araújo de Freitas, 32; Luis Henrique Pinho Palmeira 23, e Bruno Souza de Elias, 18. O trio estava sendo investigado por roubo a uma loja de confecções situada no bairro Parque Dez de Novembro, na zona Centro-Sul de Manaus. O crime ocorreu no dia 11 de março deste ano.


De acordo com o delegado Guilherme Torres, durante a ação criminosa um investigador da Polícia Civil estava no estabelecimento e foi agredido violentamente pelos infratores, que subtraíram ainda os pertences do servidor, inclusive uma arma de fogo modelo PT 840, que estava cautelada ao policial civil. Após a formalização da ocorrência as equipes do DRCO deram início às diligências em torno do caso.

 Câmeras de segurança instaladas na loja registraram a ação criminosa e, a partir das imagens captadas, os policiais civis conseguiram identificar Dennys. Em função disso foi representado à Justiça pedido de prisão preventiva em nome do infrator. O documento foi expedido no dia 31 de março deste ano, pelo juiz Eliezer Fernandes Júnior, da 2ª Vara Criminal.

Prisões

 “No decorrer das diligências identificamos Dennys e passamos a monitorar o infrator. Na tarde de ontem, dia 17, nos deslocamos até o endereço onde ele morava, no bairro Colônia Terra Nova, zona Norte da capital, onde cumprimos a ordem judicial. Após ser interceptado, Dennys indicou a localização de Luis Henrique, que, em seguida, nos informou onde Bruno estaria”, explicou a autoridade policial.

O diretor do DRCO acrescentou, ainda, que Luis morava no Conjunto Parque das Laranjeiras, no barro Flores, zona Centro-Sul. Com ele foi apreendida uma arma de fogo modelo PT 840, que pertence a um policial militar. Torres acrescentou que Bruno foi interceptado na casa onde residia, no bairro Chapada, zona Centro-Sul.

“Em posse de Bruno apreendemos uma arma de fogo PT 840 com numeração suprimida. O objeto, provavelmente, pertence ao policial civil. Iremos enviar a pistola para perícia a fim de esclarecermos essa questão. Todos os procedimentos cabíveis estão sendo tomados”, disse Torres.

Segundo o delegado Denis Pinho, as diligências em torno do caso tiveram duração de, aproximadamente, um mês. Ao longo do trabalho investigativo foi identificado um quarto integrante da organização criminosa, que permanece foragido.

“No dia da ação criminosa os infratores utilizaram um carro modelo HB20, de cor preta, que estava com restrição de roubo. O veículo foi apreendido durante a ação policial. As investigações sobre o roubo do automóvel ainda não foram concluídas, mas já identificamos a vítima, que foi notificada sobre a recuperação do automóvel”, explicou Pinho.

Na delegacia, Dennys e Luis foram indiciados por roubo majorado e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Bruno foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Ao término dos procedimentos cabíveis os infratores serão levados para o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irão permanecer à disposição da Justiça.

FOTO: Erlon Rodrigues / Assessoria de Imprensa da PC-AM



Relacionados

AMAZONAS 1539644086942004004

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress