Tribunal de Contas pede explicações e recomenda fim de monopólio da Laboratórios Reunidos



MANAUS/AM - De acordo com o despacho publicado no Diário Oficial Eletrônico do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas no último dia 19, a Laboratórios Reunidos e o secretário de Saúde do Estado, Pedro Elias devem prestar esclarecimentos sobre o circo montado por ambos na saúde do Amazonas. 

Segundo o documento interposto pelo Ministério Público de Contas, Ministério Público Federal e Ministério Público do Estado do Amazonas endereçados a SUSAM e a empresa J A Souto Loureiro S.A., a relatora, conselheira Yara Amazônia, atende um pedido de cautelar para que os serviços laboratoriais continuem sendo realizados no sistema do estado. 

"Em linhas gerais, os Representantes pedem liminarmente a fixação do prazo de 48 horas, sob pena de multa diária de R$ 10.000,00, para que os Secretários Estaduais de Saúde e de Fazenda, bem como os gestores de unidades de saúde estaduais comprovem ao Tribunal de Contas providências imediatas no sentido de garantir a continuidade dos serviços de exames laboratoriais. " informa a decisão.

A conselheira pede ainda explicações sobre os contratos firmados entre a SUSAM e a Laboratórios Reunidos: aditivos e prazos prorrogados deverão ser inspecionados pelo Tribunal. E continua: instaurar procedimento administrativo para apurar a responsabilidade pela concentração e alto número de contratos de terceirização com objeto semelhante nas mãos de uma única empresa;


Situação dos funcionários

Após as primeiras publicações sobre o número de contratos e valores que a Laboratórios Reunidos ostenta no Estado, os próprios funcionários da empresa admitem que a relação com Dr. Joaquim Loureiro não é fácil, sua arrogância, petulância e segurança em si são fatores evidentes, sem contar a soberba e notável avareza. Um dos funcionários chegou a dizer que se eles quiserem comer, tem que levar refeição de casa. 

Veja na íntegra 



Relacionados

DESTAQUES 8863289244916481150

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Julgamento de josé melo

Relator vota contra cassação de Melo e ministra pede vistas do processo

Julgamento de José Melo na íntegra

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP

Publicidade

Publicidade
item
Wordpress