Publicada no Diário Oficial a exoneração do secretário nacional da Juventude

Portaria publicada no Diário Oficial da União de hoje (10) exonera, a pedido, Bruno Moreira Santos do cargo de secretário nacional de Juventude. O pedido pela demissão  foi feito após a repercussão negativa de uma declaração, na qual, ao se referir à chacina de presos em Roraima, ele diz que “tinha que matar mais [presos]; tinha que fazer uma chacina por semana”. A secretaria é diretamente vinculada à Presidência da República. 

Bruno Júlio também é presidente licenciado da Juventude Nacional do PMDB. Em nota, ele disse ter falado “em caráter pessoal” ao jornalista, após a entrevista. De acordo com ele, está havendo “uma valorização muito grande da morte de condenados, muito maior do que quando um bandido mata um pai de família que está saindo ou voltando do trabalho”.
Posteriormente, Bruno disse por meio de nota que, ao fazer tal declaração, pretendia apenas dizer que, embora o presidiário também mereça respeito e consideração, é necessário valorizar mais o combate à violência com mecanismos que o Estado não tem conseguido colocar a disposição da população plenamente.

Relacionados

BRASIL 4638157127971825445

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP

Facebook

Publicidade

Publicidade
item
Wordpress