Pongó nomeia família para comandar Prefeitura de Caapiranga

O prefeito de Caapiranga, Antônio Lima, o Pongó (PMDB) foi empossado no primeiro dia de janeiro e já fez uma verdadeira revolução na Prefeitura.
Nomeou sua esposa Juliana Lima, como Secretária Municipal de Saúde.
Nomeou seu sogro, Rafael Gomes, (pai de Juliana Lima) como Secretário de Finanças do Município.
Nomeou sua filha, Cíntia Lima, como Chefe de Gabinete.
Nomeou sua filha, Luciana Lima, como Presidente da Comissão de Licitação.
Nomeou seu genro, Jorge Costa (esposo de Luciana Lima), como Presidente do Fundo de Previdência do Município.


Nomeou seu genro, Francisco do Bom Parto (esposo de Cíntia Lima) como Gestor da Escola Municipal Queiroz Neto.
Nomeou o noivo de sua neta Vanessa Lima, José Marques, como vice-presidente do Fundo Previdenciário Municipal.
Alugou a casa de seu filho, Antônio Lima Filho, onde funciona a Secretaria Municipal de Assistência Social.
Alugou a casa de sua irmã, Raimunda Lima, onde funciona a Representação da Prefeitura em Manaus.
Nomeou o filho do vice-prefeito, Hiago Macena, como Secretário Municipal de esportes.
Essa é uma pequena amostra do que Pongó é capaz de fazer.
A Súmula Vinculante nº. 13, do Supremo Tribunal Federal, proíbe a prática de
Nepotismo no Executivo, mas parece que Pongó não sabe disso, ou tem certeza da impunidade, afinal Pongó conseguiu ser prefeito, mesmo estando inelegível, com duas condenações já transitadas em julgado, pela prática de crime doloso de improbidade administrativa.






Relacionados

CORREDORES DO PODER 2679996523272316525

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP

Facebook

Publicidade

Publicidade
item
Wordpress