Minutos após 'adeus', Vitória ainda não joga a tolha por Marinho: 'Vamos fazer de tudo'

Parecia ser o capítulo final de uma já longa ‘novela', mas não era! Minutos depois de Marinho se pronunciar e se despedir do Vitória, o diretor de futebol do clube, Sinval Vieira, apareceu para dizer que ainda não desistiu de ficar com o atacante e que ainda vai fazer de tudo para mantê-lo.
"Vamos brigar até o fim para que Marinho fique no clube. Estamos reforçando o Vitória e não estamos querendo negociá-lo. Vamos ter agora um segundo encontro com Marinho e seu procurador e tenho certeza que vamos fazer uma proposta muito melhor e vamos ver se a gente consegue", disse Sinval.
"Sei da proposta que ele tem, dos valores que vai receber. Estamos brigando pela permanência de Marinho. Vamos fazer outra proposta e a vontade é que ele fique. Vamos fazer de tudo para mantê-lo. Se isso não acontecer, vão ter que pagar o que está previsto. Se perdermos ele, será por motivos além da nossa vontade", completou.
Sinval também avisou que só abre mão do jogador se algum clube topa pagar a multa rescisória, que é de 5 milhões de euros - sendo que o Vitória só tem direito a 50% deste montante. O diretor disse nem saber qual é o time da China que tem interesse em contar com o jogador.
"Se referiu o tempo todo dizendo que é um time da China. O valor terá que ser o previsto no contrato. A gente não pode abrir mão, mesmo com a gratidão que temos a Marinho. Temos que defender o clube. É impossível que ele saia sem que paguem a multa", disse.
Assim, a expectativa é de que o Vitória se reúna com o jogador mais uma vez ainda nas próximas horas para apresentar uma nova oferta. Marinho não se mostrou com muita vontade de dizer não a todo o dinheiro da China, mas terá que fazer com que o clube que lhe quer pague o valor que o Vitória exige.

Relacionados

ESPORTES 2890411750636440573

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress