Equipe da DECFS identifica e desativa rede clandestina de distribuição de energia no bairro Jorge Teixeira

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação da Delegacia Especializada em Combate ao Furto de Energia, Água, Gás e Serviços de Telecomunicações (DECFS), sob o comando do delegado titular da unidade policial, Felipe Vasconcelos Dias, deflagrou na manhã desta sexta-feira, dia 6, por volta das 9h, operação que identificou uma rede clandestina de distribuição de energia no Ramal do Areal, Comunidade Valparaíso, bairro Jorge Teixeira, zona Leste da cidade.
           De acordo com a autoridade policial, a ação confirmou denúncia feita às equipes da DECFS e de atendimento da concessionária Eletrobras Distribuição Amazonas, informando a existência de uma rede clandestina de energia que alimentava alguns imóveis no Ramal do Areal. Conforme o denunciante, o desvio estaria impedindo a regularização dos demais imóveis da localidade.
“Quando chegamos ao lugar indicado constatamos, juntamente com a equipe técnica da Eletrobras, a existência de uma rede elétrica de média tensão, com cinco postes e um transformador de 45 Kilovoltamperes (Kva), que não fazem parte da rede oficial da concessionária. A equipe técnica da Eletrobras verificou que a rede irregular foi feita com material desviado da concessionária”, argumentou o titular da DECFS.
Conforme Felipe Dias, foi identificado um morador da localidade que vendia o serviço de fornecimento de energia para os vizinhos, cobrando valores entre R$ 2 e 3 mil. Por estar ausente de Manaus, o homem será notificado para comparecer à DECFS para prestar esclarecimentos sobre o procedimento irregular, podendo ser indiciado por furto de energia elétrica e estelionato.
         “Nesta ação confirmamos a veracidade da denúncia recebida e logramos êxito em desativar uma rede totalmente clandestina de fornecimento de energia, que gerava prejuízos para a concessionária, bem como trazia riscos para aqueles que a utilizavam. Após os serviços técnicos da concessionária, a rede clandestina foi desativada. Apreendemos no lugar 240 metros de cabos elétricos e o transformador”, concluiu Dias.

Relacionados

AMAZONAS 4035804418880955581

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress