Detento nega em vídeo ser do PCC

Um vídeo que mostra um preso sendo pressionado por policiais militares a confirmar ser membro de uma facção criminosa começou a tomar as redes sociais nesta terça-feira (10). Nas imagens, Adonai Leocádio da Silva - preso na manhã de sábado (7) por suspeita de homicídio, em Manaus - aparece negando participar do Primeiro Comando da Capital (PCC). A PM disse por meio de nota que apura o caso.

As imagens foram registradas após a prisão do suspeito. Na filmagem, policiais militares mandam Adonai da Silva confirmar participação no PCC. Ele nega, e diz ser da Família do Norte (FDN). "É tudo doido, tudo doido. É FDN, FDN", diz ele em trecho.
Com a negativa do preso, um dos PMs chega a levantar a camisa do suspeito para mostrar a sigla "PCC" escrita nas costas de Adonai. As letras foram supostamente feitas à tinta. "Olha aí Zé Roberto, tem mais um aqui", diz um dos PMs, se referindo ao líder da facção, José Roberto Fernandes Barbosa.
A prisão de Adonai da Silva ocorreu depois que um rastro de sangue - achado no bairro Jorge Teixeira, na Zona Leste de Manaus - levou a polícia até a casa do suspeito. Na ocasião, ele confessou ter matado um homem com quem teria uma rixa antiga a facadas.
Por meio de nota, a Diretoria de Comunicação Social da Polícia Militar do Amazonas informou que o Comando da instituição tomou conhecimento das imagens e determinou uma investigação preliminar, que será feita pela Diretoria de Justiça e Disciplina (DJD) da PMAM.

A corporação informou ainda que se "ficar constatado que há indícios de autoria e materialidade de crime militar ou transgressão disciplinar praticado pela equipe que participou das imagens, será instaurado um inquérito policial militar para a apuração da conduta dos mesmos".

Matéria retirada do Portal G1 AM


Relacionados

AMAZONAS 1152376964744514365

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP

Facebook

Publicidade

Publicidade
item
Wordpress