'Batidão de grade' e tentativa de fuga ocorreram no Ipat e CDPM, informa SSP-AM

Viaturas da Polícia Militar estão na frente do CDPM.Foto: Beatriz Gomes
Manaus - Após a fuga em massa do Instituto Penal Antônio Trindade e a rebelião com 60 mortos no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) informou que registrou uma tentativa de fuga no Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM) e que no Instituto Antônio Trindade (Ipat) presos se movimentaram em um "batidão de grade" na tarde desta segunda-feira.
Em nota, a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) informou que registrou uma tentativa de fuga no CDPM, por volta de 13h30, que foi impedida pela Polícia Militar. No local, foi informado que ocorreu um princípio de rebelião por volta de 13h.
De acordo com a Polícia Militar, os internos estavam tentando chegar aos pavilhões 1 e 2, onde estão detidos presos por estupro e os jurados de morte. Ainda conforme a PM, o pavilhão 2 do CDPM é onde estão localizados presos da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC). 
 
O Comando de Policiamento Especializado (CPE) informou que foram encaminhadas viaturas do Comando de Operações Especiais (COE), da Força Tática da PM e Rocam ao CDPM para conter o motim. Ambulâncias e viaturas dos Bombeiros também estão no local.Parentes informaram que ouviram tiros e gritos após a entrada da polícia na unidade prisional. A entrada do ramal que dá acesso a unidade está bloqueada pela polícia.
 
Ainda segundo a SSP, o Ipat também registrou uma "movimentação anormal de internos". A secretaria informou ainda que a situação é considerada estável nas duas unidades.
"No Ipat os internos se movimentaram em um "batidão de grade", que foi contornado logo em seguida pela direção da unidade. A situação é considerada estável nas duas unidades", diz a nota.

Relacionados

AMAZONAS 8618017316198589896

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP

Publicidade

Publicidade
item
Wordpress