Prefeito determina que equipes da prefeitura fiquem de sobreaviso para emergências

O prefeito Arthur Virgílio Neto foi pessoalmente, nesta terça-feira, 27, acompanhar o trabalho das equipes da prefeitura que estão auxiliando as famílias prejudicadas pela chuva. Toda a estrutura municipal foi mobilizada para o suporte às vítimas residentes em áreas de risco ou próximas a elas. Arthur informou que devido às previsões meteorológicas de mais chuvas, as equipe dos diversos órgãos municipais estarão de sobreaviso.

A primeira área visitada pelo prefeito foi a Rua Beira Rio, na Colônia Antônio Aleixo, zona Leste. No local, o prefeito conversou com uma colônia de pescadores e determinou que 18 famílias fossem inseridas como prioridade no cadastro da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh). Na mesma área, o prefeito acompanhou o caso do menino João Miguel Beltrão, de 2 anos, que foi retirado com vida de escombros, e está no Hospital Joãozinho, recebendo atendimento. No local também está o menino Gabriel, de 8 anos, retirado com vida de escombros no Zumbi 1, também na zona Leste.

"Tivemos mais de 90 ocorrências na cidade,  crianças soterradas que saíram com vida, mas inspiram cuidados, vimos desabamentos,  terras caindo. A chuva foi muito forte. Precisamos pensar em soluções definitivas para essas pessoas. Como elas estão, não podem ficar porque são vidas que estão em risco", disse o prefeito.

No ‘Campo do Buracão’, na Colônia Antônio Aleixo, o prefeito encontrou um local de baixada, onde as pessoas não deveriam estar morando, pois a área recebe toda a água e lama proveniente de outras ruas do bairro.

“Sabemos do desespero dessas pessoas, mas é preciso ter consciência de que essas áreas são perigosas. Neste mandato construímos mil moradias. Em dezembro entregamos 800 apartamentos, beneficiando mais de três mil pessoas. Vamos continuar fazendo mais moradias, mas também é preciso ter consciência. Estes locais não podem ser habitados. Vamos amenizar o sofrimento dos moradores naquilo que é possível fazer”, assinala o prefeito.

De acordo com o coordenador executivo da Defesa Civil, Cláudio Belém, as ações do órgão vão continuar nesta terça-feira, 28. Ele explicou que os trabalhos serão direcionados aos locais que já estão  classificados como áreas de risco mapeadas previamente e também em áreas que foram afetadas pela chuva nesta terça-feira.

"Temos informações de que as chuvas vão continuar e por conta disso estaremos atuando durante toda a noite e durante o dia de sobreaviso e alerta. Estamos atuando juntos a outras secretarias para atendermos o máximo de ocorrências que nos forem demandadas. Pedimos às famílias que estão em áreas de risco que, na medida do possível,  recorram às casas de amigos e familiares, já que o solo encontra-se encharcado é aumenta o risco de novos desabamentos", destacou Belém. 
Nova Vitória

Segundo informações da Equipe de Calamidade da Semmasdh quatro pessoas da mesma família – sendo duas crianças, uma adolescente e uma mulher adulta - vieram a óbito durante o desabamento de uma residência na rua 11 de Setembro, no bairro Nova Vitória, na zona Leste de Manaus. Outras pessoas que estavam na mesma casa e sobreviveram foram abrigadas por familiares e estão recebendo atendimento psicológico. A Semmasdh também colocou à disposição dos familiares o serviço SOS Funeral.

“Atuamos em parceria com o Corpo de Bombeiros, que atendeu o primeiro chamado e fez a retirada dos corpos, além de um levantamento minucioso na área para retirar do local as famílias que moram em residências que ainda apresentam risco de desabar”, explicou o secretário executivo da Defesa Civil de Manaus, Cláudio Belém.

Ele explicou que a prefeitura realiza o constante monitoramento dessas áreas consideradas de risco, como as encostas de barrancos e beiras de igarapés, para orientar a população que a qualquer sinal de forte chuva deixe sua residência. Outras duas residências também foram totalmente destruídas na rua e beco Beira Rio, no bairro Colônia Antônio Aleixo.

Cinco famílias foram cadastradas hoje pela Semmasdh mais cedo para receber o benefício do Auxílio Aluguel e outros benefícios eventuais, como colchão, cesta básica e lençol.

De acordo com a Defesa Civil de Manas, a maior incidência de ocorrências foi de alagamentos e deslizamentos de barrancos.

Também atuaram no atendimento das ocorrências: o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) e a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf).

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), desde às 0h00 de hoje choveu em Manaus 102,02 milímetros, sendo o horário de maior intensidade das 9h e às 11h (72,8 mm). O acumulado do mês já ultrapassa os 420 milímetros, enquanto o normal esperado era entre 190 e 200 milímetros.




Fotos: Mário Oliveira e Karla Vieira/Semcom

Relacionados

AMAZONAS 8822374776631666274

Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Julgamento de josé melo

Relator vota contra cassação de Melo e ministra pede vistas do processo

Julgamento de José Melo na íntegra

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP

Publicidade

Publicidade
item
Wordpress