Lideranças indígenas declaram apoio a Artur

A+ A-



Com as caras pintadas e arcos e flechas nas mãos, índios de mais 20 etnias se uniram no domingo (30) para “guerrear” na campanha da coligação “O futuro é agora”, composta pelo candidato a prefeito Artur Virgílio Neto e seu vice Hissa Abrahão.
O encontro, que aconteceu na ocupação Bairro das Nações Indígenas, Tarumã, Zona Oeste, contou com a presença de Hissa e da primeira dama Goreth Garcia Ribeiro.
Ovacionados pelas quase 400 famílias indígenas que moram no local, Hissa e Goreth ouviram palavras de apoio das lideranças indígenas presentes e, com firmeza, garantiram que na administração de Artur a cultura dos povos indígenas será resgatada, servindo de motivo de orgulho para todos os amazonenses que têm como a primeira identidade a identidade indígena.
“Estamos há um ano e cinco meses aqui e nunca um candidato veio nos visitar, eles não sabem o que perderam. Acreditamos na união de Artur e Hissa para nos tirar do esquecimento”, disse o cacique Pedro, da etnia Mura. “Estamos de braços abertos para essa coligação, porque sabemos que não vamos nos decepcionar”, confirma o cacique da etnia Baré, Raimundo Braga. “Estamos prontos para guerra, porque essa eleição é uma guerra e nossos votos são nossas armas, que estarão a postos para defender Artur e Hissa”, completou o cacique Sebastião Castilho, da etnia Cocama.
Orgulhoso com a organização dos índios, Hissa falou do projeto inédito de construir um bairro destinado a abrigar somente as famílias indígenas que moram em Manaus. “Nesse bairro, procuraremos manter o estilo de vida centenário desses povos, disponibilizando espaço para mostrarem e comercializarem seus artesanatos, com condições dignas de moradias, saúde e educação, tudo preservando o máximo da cultura indígena”, destacou.
Goreth lembrou ainda que, atualmente, cerca de 80 mil famílias moram nas áreas rural e urbana de Manaus e que na administração de Artur a questão do direito das terras indígenas será defendida com muita garra, assim como Artur defendeu o título definitivo aos primeiros moradores do Zumbi. “O projeto do primeiro bairro indígena de Manaus é um compromisso de Artur que sempre valorizou a cultura indígena. Não queremos aqui fazer promessas que não possamos cumprir, queremos fazer promessas que a partir de janeiro de 2013 possam mudar a realidade da cidade e dos povos indígenas que aqui estão”, declarou Goreth.
Ao final do encontro, Goreth Garcia foi homenageada pela índia sateré-mawé Iza Maia que, emocionada, agradeceu diante de toda a tribo a ajuda que a primeira dama deu a ela, quando ainda morava em Brasília com o então senador Artur Neto. “Pulei muita cerca para chegar ao ministério, mas bastou uma ligação da dona Goreth para que eu voltasse para Manaus com segurança e comigo eu trouxe o recurso para construir 250 moradias indígenas. Serei eternamente grata e sei que com Artur na prefeitura eles farão muito mais por nós índios, porque quando Artur promete, ele cumpre”, assegurou Iza.



Corredores do Poder

+ CORREDORES DO PODER

Instagram

WHATSAPP

WHATSAPP
item
Wordpress